Eleições na Palestina: dia 16 é o prazo final para o cadastramento dos eleitores

Cadastro pode ser feito online pelo site da Comissão Eleitoral Palestina

12/02/2021

População palestina elegerá 132 deputados em 22 de maio e definirá sucessão presidencial em 31 de julho (Agência Anadolu)

Os cidadãos palestinos, inclusive os que residem em outros países, têm até a próxima terça-feira, 16, para cadastrarem-se como eleitores para as próximas eleições na Palestina. Consideram-se cidadãos palestinos todos aqueles que possuem tanto o passaporte palestino quanto o documento de identificação emitido pelo governo palestino, equivalente ao RG no Brasil.

Todos que se inscreverem no prazo podem tanto votar quanto disputar as eleições palestinas, previstas para os dias 22 de maio (legislativa) e 31 de julho (presidencial), conforme o calendário acordado pelas forças palestinas e ratificado em reunião de seus representes no Cairo (Egito), esta semana. O cadastro de eleitores deve ser feito no endereço eletrônico da Comissão Eleitoral Palestina.

Embora cidadãos palestinos residentes em qualquer parte do mundo possam se inscrever, somente poderão votar e ser votados os que estiverem na Palestina (Cisjordânia, incluída Jerusalém oriental, e a faixa de Gaza) quando das eleições legislativa e presidencial.

Os palestinos irão às urnas em 22 de maio para eleger 132 deputados. Serão eles que elegerão um novo primeiro-ministro, a quem caberá a formação de um novo governo.

Já o novo presidente da Palestina será eleito em 31 de julho. Ainda não são conhecidos os candidatos oficiais das diversas forças políticas ou coalizações que venham a ser formadas. A única candidatura posta é a do presidente Mahmoud Abbas, que busca a reeleição.

O processo eleitoral em curso teve início em 3 de setembro do ano passado, quando todas as forças políticas palestinas se reuniram em Ramallah (sede administrativa do governo palestino) e Beirute, capital libanesa, onde parte das lideranças palestinas exiladas (por imposição da ocupação israelense) tomou parte por videoconferência.

Deste encontro nasceu o entendimento que levou ao atual momento de reconciliação nacional, especialmente entre Al-Fatah e Hamas, as forças políticas dominantes na cena palestina. As declarações conjuntas indicam o fim da dualidade territorial e administrativa, que separa Cisjordânia e Gaza, processo a ser concluído com as três etapas eleitorais acordadas.

A última etapa deste processo é a renovação do Conselho Nacional Palestino (CNP), também conhecido como o parlamento no exílio. O CNP, que é o organismo que elege a Comissão Executiva da OLP – Organização para a Libertação da Palestina, considerada a máxima representação palestina no mundo, deverá ser renovado em 31 de agosto.

O CNP tem atualmente 765 assentos, mas as forças palestinas acordaram reduzi-lo para 350, dos quais 150 serão eleitos em solo palestino e 200 pela população palestina que vive na diáspora como refugiada ou emigrada. Ainda não foram definidos os critérios para a escolha dos membros do CNP, especialmente porque precisarão de novas regras em razão da redução das cadeiras.

Embora ainda não haja critérios definidos, se mantida a tradição, a eleição para o CNP não será restrita aos portadores de cidadania palestina, estendendo-se aos palestinos de todo o mundo, notadamente para aa escolhas dos 250 representantes eleitos fora da Palestina.

Notícias em destaque

10/06/2021

FEPAL debate Questão Palestina em podcast popular no Youtube

Ualid Rabah e Maynara Nafe, presidente e secretária de Juventude da FEPAL, [...]

LER MATÉRIA
18/05/2021

Federação Palestina pede a países árabes e islâmicos rompimento de relações com Israel

A Federação Áraba Palestina do Brasil – FEPAL quer países árabes e de [...]

LER MATÉRIA
17/05/2021

Nakba é lembrada no Brasil com manifestações e “carta ao povo palestino que resiste”

No último sábado (15), o mundo lembrou mais um ano da Nakba, o 73º da [...]

LER MATÉRIA
12/05/2021

Câmara dos deputados retira de pauta cooperação militar com Israel

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) da Câmara [...]

LER MATÉRIA
12/05/2021

15 de maio – Atos unificados em defesa de Jerusalém e em memória da Nakba

A FEPAL – Federação Árabe Palestina do Brasil convoca todas as comunidades [...]

LER MATÉRIA
03/05/2021

Jornalistas palestinos: Israel viola sistematicamente a liberdade de imprensa

Relatório divulgado hoje pelo Sindicato dos Jornalistas Palestinos por [...]

LER MATÉRIA