Palestina disputará pela segunda vez a Copa dos Refugiados e Imigrantes

24/11/2022

Primeira participação da equipe palestina foi no torneio realizado em agosto de 2019, também em Porto Alegre

Atletas de origem palestina disputarão, neste final de semana, a Copa dos Refugiados e Imigrantes do Rio Grande do Sul. O torneio, que é de futebol 7 society, acontecerá neste domingo, das 8 às 18 horas, no estádio do SESC, em Porto Alegre (avenida Protásio Alves, 6.220).

É a segunda vez que a comunidade palestina do Rio Grande do Sul organiza uma equipe para disputar a Copa. A primeira foi em 2019, última edição da Copa, paralisada em virtude da pandemia da Covid-19, quando doze equipes disputaram o torneio e a Palestina conquistou a quinta colocação.

Nesta edição a competição tem dez equipes inscritas. A equipe palestina inscreveu quinze atletas e três integrantes da comissão técnica. Nenhum é profissional ou disputa torneios e campeonatos regulares. Todos praticam o esporte por lazer, mas estão treinando coletivamente há um ano para estarem tática e fisicamente preparados para o torneio.

Comunidade palestina do RS compareceu em bom número para apoiar equipe na edição de 2019 do torneio

Neste ano a equipe palestina disputou dois torneios, ambos de futebol 7 society, enfrentando adversários do Brasil inteiro, quase todas com nível profissional e até com atletas e comissões técnicas da seleção brasileira da modalidade. Segundo os atletas palestinos, valeu pela experiência.

Ainda não houve o sorteio para definição das chaves e dos horários das partidas. A expectativa é que o sorteio ocorra nesta sexta-feira, 25, quando será divulgada a tabela dos jogos.

A equipe palestina espera uma grande torcida para motivá-la e levá-la para além da terceira colocação conquistada em 2019.

A novidade desta edição é que haverá, na solenidade de abertura, apresentações culturais e artísticas representando cada coletividade étnica inscrita na Copa. O Grupo Terra, de dança palestina, se apresentará representando a Palestina.

Copa dos Refugiados

A Copa dos Refugiados foi idealizada pela ONG África do Coração e é realizada com apoio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR). Secretarias estaduais e municipais, outras ONGs e empresas também apoiam e patrocinam a Copa, que neste ano será realizada, além do Rio Grande do Sul, nas capitais dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e Bahia e no Distrito Federal. As seleções campeãs de cada etapa estadual disputam a final nacional em São Paulo.

De acordo com os organizadores, a Copa visa à “confraternização das comunidades dos refugiados e imigrantes” e à construção e visibilização de uma “pauta positiva para a causa dos refugiados”, que contribua para “quebrar o preconceito e quebrar barreiras culturais”. O grande objetivo é a “inclusão social (de refugiados e imigrantes) no Brasil”.

As seis etapas reunirão, segundo a organização, dois mil atletas de 27 nacionalidades, número que ultrapassa quatro mil quanto considerados todas as pessoas envolvidas na organização da competição.

 

Notícias em destaque

27/05/2024

Repórteres Sem Fronteiras apresenta terceira queixa ao TPI sobre crimes de guerra israelenses contra jornalistas em Gaza

Apresentada em 24 de Maio, três dias antes do nono aniversário da Resolução [...]

LER MATÉRIA
26/05/2024

A humanidade precisa parar “israel” como parou o nazismo: pelas armas

Os horrores testemunhados pela humanidade hoje, em Rafah, extremidade sul [...]

LER MATÉRIA
15/05/2024

Ato na Assembleia Legislativa de SP relembra 76 anos da Nakba denuncia genocídio na Palestina

Na segunda-feira à noite, mais de duzentas pessoas, dezenas delas [...]

LER MATÉRIA
11/04/2024

Caiado e Tarcísio em Israel: uma viagem muito estranha e sem respostas.

Uma viagem estranha, que teve por objetivo inicial prestar apoio e [...]

LER MATÉRIA
05/04/2024

Prefeitura de São Leopoldo reinaugura Praça Palestina.

Nesta terça-feira, 2 de abril, realizou-se a cerimônia de entrega da obra [...]

LER MATÉRIA
01/04/2024

Lula é agraciado com comenda Hanna Safieh de Direitos Humanos, um dos fundadores da FEPAL

O professor de origem palestina Hanna Safieh, um dos mais importantes [...]

LER MATÉRIA